terça-feira, 26 de janeiro de 2016

O amor ao próximo

Vi uma reportagem que falava sobre como o ser humano se preocupa com os animais e muitas vezes não se preocupa com os outros seres humanos.
É bem verdade que existem várias ONGs que tem como objetivo a proteção dos animais e do meio ambiente. De vez em quando, passa na televisão salvamento de baleias encalhadas e a prisão de pessoas acusadas de venderem animais silvestres.
Tudo isso é muito interessante e bonito.
A reportagem também falava sobre como é difícil conseguir a liberação ambiental de uma grande obra que pode trazer problemas ambientais, pois a legislação é rígida. Ao menos na teoria.
Tudo isso é muito interessante e bonito...
Mas, quando se trata do ser humano, será que a preocupação é a mesma?
Apesar de existirem algumas entidades que defendem os direitos humanos, percebe-se que em geral as pessoas se preocupam mais com animais do que com o próximo. Claro que existem pessoas que se preocupam com outras pessoas, mas o que se vê por aí é uma preocupação maior com o meio ambiente.
E, mesmo assim, essa preocupação com o meio ambiente ainda parece ser insuficiente. Basta ver as constantes tragédias ambientais e as extinções de animais.
Acredito que o ser humano deve se preocupar com as questões ambientais e com os animais, mas deve se preocupar com mais afinco ainda com o próprio ser humano, especialmente as pessoas que mais precisam de ajuda.
Ame ao próximo como a ti mesmo”. Como é difícil cumprir esse mandamento...


Faça uma criança, plante uma semente, escreva um livro e que ele ensine algo de bom”. Trecho da música “Mais que um mero poema”, da banda Rosa de Saron.

2 comentários:

  1. Oi Diego, tudo bem?
    Acho que uma coisa não exclui a outra. Sou da opinião de que se há alguém fazendo um bem, seja pela natureza ou por outro ser humano, já é algo bom. Afinal, nós estragamos demais a natureza, e ela não consegue mais se cuidar sozinha com tantas coisas ruins que nós fazemos.
    Mas também concordo que o ser humano precisa evoluir, para que talvez caia em si e perceba como outros seres humanos precisam de ajuda. Nossa mente mesquinha nunca vê isso.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas | Participe do sorteio de 2 anos do blog!

    ResponderExcluir
  2. Oi Diego, tudo bem?
    Passando pra agradecer o comentário e avisar que tem post novo. =)
    Boa semana pra você!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas | Participe do sorteio de 2 anos do blog!

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.