quarta-feira, 16 de março de 2016

Idas e vindas

Os dias passavam tão devagar. O tempo parece que havia parado depois que ela se foi. Gilberto mantinha-se ocupado a maior parte do tempo, trabalhando, estudando, jogando futebol e trabalhando mais ainda, até mesmo em casa. Ele tinha que manter a sua mente longe de qualquer pensamento, pois tudo que vinha à sua cabeça, cedo ou tarde, acabava indo na direção dela.
Já havia se passado quatro longos meses desde que ela partiu em direção ao que sempre quis: viajar pelo mundo, conhecer a cultura de outros povos, sem preocupação, sem vínculos, sem peso na consciência. Ela queria ser livre e tinha deixado isso bem claro a Gilberto. Um dia ela partiria e não voltaria mais.
Ele já sabia, mas acreditava que ela acabaria desistindo do seu sonho por causa dele. Triste ilusão. Quem sabe o que ele mais gostou nela foi essa expectativa, essa esperança, de poder fazer com que ela mudasse de idéia. Ou até mesmo esse medo que ele tinha de que ela fosse embora de repente.
De qualquer forma, agora ela estava bem longe e ele não tinha mais nem notícias dela. Sabia que ela não voltaria e as coisas estavam ficando cada vez mais difíceis.
Seus amigos tentavam ajudá-lo, levando-o a lugares em que pudesse conhecer outras mulheres. Ele geralmente não ia, mas de vez em quando ele tinha que ir. Seus amigos eram insistentes. E algumas mulheres apareciam e, em cada uma delas, via o sorriso da sua antiga namorada, o que acabava distanciando-as.
Mas um dia, talvez por acaso, outra mulher cruzou o seu caminho em seu trabalho. Era a sua nova colega de trabalho. Uma mulher nova e audaciosa; tinha muitos objetivos. Gilberto gostou dela instantaneamente. E, aos poucos, ela também foi se interessando por ele, embora ele não notasse. Via que ele era muito solitário, que parecia perdido.
Um dia ele teve coragem de chamá-la para jantar e ela aceitou. Conversaram bastante e eles se encantavam cada vez mais um pelo outro. Parecia que combinavam em tudo. Dava para perceber algo diferente nos seus olhares.
E, no fim da noite, quando a deixava em casa, Gilberto pediu que ela esperasse que ele abrisse a porta do carro e, quando a abriu, fez um gesto com a mão para que ela segurasse na mão dele e a retirou do veículo.
Ele, então, entrelaçou sua mão com a dela e chegou bem perto do rosto dela, percebendo que ela estava adorando aquele momento. Chegou ainda mais perto e a beijou.
Ele queria começar um namoro ali mesmo, mas não queria parecer desesperado. Eles começaram a se encontrar e, somente sexto encontro, Gilberto fez o pedido.
- O que você acha de passarmos pro próximo nível? – ele perguntou de forma engraçada.
- Nível? Você deve ser viciado em vídeo game, né? Que nível seria esse? – ela perguntou, mantendo a forma bem humorada.
Ah... Você sabe. Tipo namorar, relacionamento sério, essas coisas que duas pessoas que se gostam fazem. Captou a mensagem? – ele ainda usava o tom engraçado.
- Puxa, eu não sei se estou preparada... – ela respondeu com a expressão séria. Ele ficou surpreso e com uma expressão de decepção. – Ah, seu bobo, eu só queria ver a sua reação – ela disse rindo e depois deu o tão aguardado sim, dizendo que já estava esperando o pedido desde o segundo encontro.
                                 ******

É preciso amar direito, um amor de qualquer jeito. Ser amor a qualquer hora, ser amor de corpo inteiro”. Trecho da música Amor maior da banda Jota Quest.

PS: O blog tá com um novo "topo". E quem fez foi a Mônica do blog Leitora Cretina. Gente finíssima! Se quiser fazer o seu, mande um e-mail para leitoracretina@gmail.com, com o assunto TOPO e encomende o seu sem custo algum. 

5 comentários:

  1. Oi Diego!
    Que bom que o Gilberto reencontrou o amor! E, dessa vez, com alguém compatível. Fiquei feliz com o desfecho. =D
    O topo do blog também ficou muito legal!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Olá, Diego.
    Não estava seguindo seu blog ainda, mas já resolvi isso hehe. Parabéns pelo texto, você escreve muito bem. Acho bem difícil isso de escolher entre uma pessoa e o sonho da pessoa. Tem que valer muito a pena. Mas que bom que ele encontrou outra pessoa.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Olá, Diego! Tudo bem?
    Adorei o texto. A forma como você escreve sempre me envolve muito. A mensagem não poderia ser melhor, a busca por um amor de verdade.

    Gostei bastante do novo topo.
    Um ótimo fim de semana. Até mais!
    Link do blog: http://realidadecaotica.blogspot.com.br/
    Não deixe de dá uma olhada em meu Instagram, Twitter & Snapchat: @mais1almeida

    ResponderExcluir
  4. Oi Diego,
    Lindo texto.
    Que bom que o Gilberto se deu uma nova chance de ser feliz e a outra pessoa também estava disposta.
    Apesar que as vezes é necessário um tempo só.

    P.S.: Pois é, o Leo estava merecendo um Oscar faz tempo! haha
    Spotlight é bom sim.

    tenha uma ótima semana. =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego, tudo bem?
    Passando pra agradecer o comentário e desejar uma boa semana! =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.