segunda-feira, 11 de abril de 2016

Ela disse não

Ela disse não.
Eles estavam numa confraternização com a família e amigos e, depois de dois anos e meio de namoro, Joaquim teve coragem de pedir Ester em casamento. Ele organizou tudo muito bem, as pessoas estavam se divertindo, comendo e gostando da festa que comemorava seu aniversário.
No momento mais animado da festa, ele pediu a seu amigo que colocasse a música romântica que eles tinham combinado para tocar. Era a música especial do casal.
Todos se viraram para ele, que estava na posição de fazer um discurso.
- Bem, chega um momento em que devemos dar um passo rumo à felicidade – ele disse olhando para ela, que estava sentada um pouco à frente dele, e foi se aproximando dela. – E você é a mulher com quem quero passar o resto dos meus dias – ele chegou bem perto dela e se ajoelhou, estendendo a mão direita, mostrando uma linda aliança de ouro. – Casa comigo.
Ester não sabia o que fazer, mas definitivamente não queria se casar com Joaquim. Todos aguardavam a sua resposta e ela estava visivelmente desconfortável.
- Não – ela disse finalmente e saiu correndo dali, como se estivesse fugindo de um ataque imaginário.
O amigo de Joaquim parou a música, os convidados ficaram se entreolhando, alguns confusos e outros rindo por dentro. Ouviram-se alguns cochichos sorrateiros.
Joaquim não sabia o que fazer, nem para onde ir. Ele se sentou no chão e, por mais que tentasse se controlar, as lágrimas começaram a rolar.
Os amigos e familiares mais próximos tentavam acalmá-lo e sua mãe deu água para que ele bebesse. Ele bebeu, mas não ficou mais calmo, pois tudo que ele se lembrava nesse momento era a única palavra que Ester havia dito: não.
Ele nem pensava nos convidados, nem na situação constrangedora que passou no dia do seu aniversário. Ela disse não, era tudo o que ele pensava.


Ela não precisa mais de você. Sempre o último a saber”. Trecho da música Ela disse adeus, da banda Os Paralamas do Sucesso.

5 comentários:

  1. Olá, Diego! Tudo bem?
    Que situação complicada a do Joaquim, né?
    Gostei bastante do texto, muito bom. Deu para visualizar cada ação e o sentimento presente em cada personagem, principalmente o Joaquim e a Ester.

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Diego,
    Vishe, coitado do cara.
    Isso me faz pensar que tem bastante gente, hoje em dia, que fica empurrando relacionamento com a barriga e chega nesses momentos...mas fácil deixar tudo claro e terminar.

    P.S.: Obrigada Diego pelo apoio lá na postagem. Realmente, quem não sabe conviver harmonicamente não deveria nem abrir blog ou ajudar.

    Obrigada ♥
    beijos
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  3. Oi Diego, tudo bem?
    Poxa, que pena. :(
    Me lembrou do Leonard (The Big Bang Theory) dizendo "eu te amo" pra Penny e ela respondendo com "obrigada".
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oi Diego, tudo bem?
    Poxa, que pena. :(
    Me lembrou do Leonard (The Big Bang Theory) dizendo "eu te amo" pra Penny e ela respondendo com "obrigada".
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Olá, Diego.
    Gostei muito do texto. Deu para sentir os sentimentos. Eu tiro o chapéu para a coragem da garota dizer não. Porque já fiz e passei por coisas que não queria porque muitas vezes não tenho essa coragem.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.