segunda-feira, 2 de maio de 2016

Iniciativa

Só poderia mesmo ser uma ilusão, fantasia, sonho. Nada mais. Os pensamentos mais loucos passavam pela cabeça de Jaílson. Nada mais fazia sentido desde que Priscila havia lhe contado algo incrível. Não é possível, ele pensava.
Nos últimos dez meses, ele sempre pensou que não tinha a menor chance com Marcela, apesar de ter uma esperança no seu peito. Agora o que ele mais queria estava bem perto de se tornar real, estranhamente real.
Era tão surreal pra ele que era difícil de acreditar, pois ele havia criado uma ideia totalmente diversa na sua mente e por isso não conseguia ver a verdade.
Priscila havia dito que Marcela queria se encontrar com ele logo em seguida. Marcela já estava cansada de esperar pela iniciativa dele. Priscila disse que sua amiga sabia do interesse dele e sabia também que ele nunca teria coragem de declarar-se.
- Isso é patético, cara. Seja homem – ela acrescentou, sorrindo.
No início, Jaílson pensou que se tratava apenas de mais uma brincadeira de Priscila. Afinal, ela gostava de fazer esse tipo de coisa. Mas ele começou a enxergar a possibilidade de sua esperança se concretizar e isso o deixou muito animado.
Como não dava tempo de confirmar a informação, ele decidiu seguir seu coração, criou coragem e foi diretamente para o local marcado e lá encontrou Marcela aparentemente esperando por ele.
- Oi – disse ele, feliz e ansioso.
- Oi – disse ela, sorrindo e se levantando do banco em que estava sentada. Ela também parecia feliz. – Que bom que você veio.
Ele sorriu. Então é verdade, ele pensou.
- Eu pensei que a Priscila tinha inventado isso, mas parece que é mesmo verdade – ele disse e ficou bem próxima dela. Sua expressão demonstrava toda a sua felicidade.
- Você demorou pra perceber meus sinais e eu não sabia mais o que fazer – disse ela, de forma leve, e colocou as mãos nas mãos dele. - Não quero mais perder tempo e você?
Ele não disse nada. Aproveitou a oportunidade, chegou ainda mais perto dela e a beijou longamente. Eles ficaram ali por um tempo, namorando sem nenhuma pressa.
- Eu sei que falhei porque não tive a iniciativa. E posso até parecer precipitado agora, mas, pelo menos, vou tomar a atitude que eu deveria ter tomado – ele fez uma pausa e olhou profundamente nos olhos dela. - O que você acha de um relacionamento sério?
- Relacionamento sério? – ela perguntou de forma séria. Ele ficou surpreso e pareceu decepcionado. – Ah, relaxa, eu só queria ver a sua cara. Estava esperando por isso há muito tempo – ela disse sorrindo.

Você juntou as nossas vidas transformando em uma só. E por alguns segundos eu pude viver num mundo bem melhor”. Trecho da música Fui tão longe da banda Reação em cadeia.

6 comentários:

  1. Oi Diego, tudo bem?
    Gostei da minha xará casamenteira hahaha!
    Que bom que o casal teve um final feliz, amor nunca é demais. =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  2. Oi Diego!
    Passando pra agradecer a visita e avisar que tem post novo. =)
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Gostei da historia final feliz sempre é bem vindo hehe...Gostaria de deixar aqui uma dica/convite, é sobre uma plataforma de divulgação para bloggers no Brasil muito interessante, ela é espanhola e esta no Brasil apenas dois meses e já tem muitos blogs cadastrados.. ..Dá uma olhada vale muito a pena..Bjuss
    http://www.feedhi.com
    https://petitluxo.com/2016/03/01/feedhi-no-brasil/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Diego.
    Adoro finais felizes. Mas tem uns caras que demoram para entender os sinais que acaba perdendo a chance hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Olá Diego,
    Amigos cupidos, que não tem? haha
    Mas, já me dei mal por causa disso então, passei não gostar.

    tenha uma ótima quarta!
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Oi, Diego!
    Obrigada pelo comentário. =)
    Tem post novo lá no blog.
    Boa semana!

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.