terça-feira, 6 de março de 2018

Discussão (relação ioiô)


Já se passaram três dias sem nenhuma notícia sua. A minha ansiedade passou por vários níveis nesse longo intervalo de tempo. Parece uma eternidade e que estou ficando maluco.
Eu só queria que você me dissesse que foi apenas mais uma briga boba no meio de tantas outras. Mas parece que dessa vez não foi tão boba assim.
Eu já deveria estar acostumado com essas idas e vindas, mas parece que sempre é a última vez e que não vai mais ter volta.
Várias ideias e hipóteses surgem na minha cabeça e eu tento me controlar e me concentrar, mas os meus pensamentos não conseguem se equilibrar quando você não está por perto.
Talvez seja melhor assim. Pode ser melhor terminar por aqui e acabar de vez com essa relação ioiô. Não será nada fácil, mas a vida segue e o tempo vai curando as feridas.
Mas pode ser que daqui a pouco você apareça dizendo que está arrependida e que está com saudade. E, como meu coração é meio mole, provavelmente vamos voltar a ser o casal mais feliz do mundo por alguns dias. Pelo menos até a próxima discussão…

Se precisar a gente briga, chora, volta mais uma vez. Separa, namora e casa outra vez”. Trecho da música Separa, Namora, de Henrique e Juliano.



4 comentários:

  1. Olá, Diego.
    Eu já passei dessa fase de ficar nessas relações assim. Como é assim deu certo deu, não deu parte para outra. O texto como sempre está muito bom.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Essa situação é bem chata, né? Eu sempre fico me pergunto até que momento a relação ioiô passa de ser algo sobre duas pessoas que se amam demais e realmente não conseguem ficar separadas a ser algo sobre duas pessoas que se amam, mas são tóxicas uma pra outra, sabe?
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
  3. Oi Diego, tudo bem?
    Que tenso. Particularmente, relações assim não funcionam pra mim. Acho muito complicado ficar nesse vai e vem, insegura. :/
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  4. Oi Diego,
    Ah, eu não acho relações assim saudáveis. Pra mim, se começa assim, já mostra parte do futuro. Amor-próprio sempre!

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.