quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Desejos


Há tantas coisas que eu deveria ter feito. Tantas coisas de que me arrependo. Mas quem nunca teve um arrependimento? Quem nunca cometeu uma burrice?

Queria poder ouvir as músicas de que gosto mais vezes, assistir os melhores filmes, passear mais com as pessoas que amo, sem se importar com o tempo, o lugar ou qualquer condição. Viajar, ir pra lugares exóticos.

Queria ter muitos amigos, no verdadeiro sentido da palavra. Não aqueles que só servem para pedir ajuda nos momentos de dificuldade e que não ajudam e nem sequer aparecem nos meus momentos difíceis.

Queria também poder ser mais amigo de quem se importa comigo, ser gentil e paciente.

Queria ir para um lugar distante, um lugar deserto e calmo, como uma praia desconhecida, com belas paisagens, longe de problemas e aflições, nem que seja por um minuto.

Queria, enfim, vivenciar a felicidade em todos os momentos e me divertir sempre que possível.

Tudo isso não é arrependimento; são desejos, que ainda posso concretizar.

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã porque se você parar pra pensar na verdade não há”. Trecho da música “Pais e filhos”, da Legião Urbana.

2 comentários:

  1. é o que todo mundo quer, pode ser utopico, ou não. Só depende de você.

    Muito bom !
    bjs :*

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez gostei da imagem, além do texto, é claro.
    :*

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.