sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Crítica esportiva (ou política?)

Alguns dias atrás, aconteceu um mega evento esportivo e as pessoas questionavam a falta de mais investimento do governo nos atletas nacionais.
Muita gente postava nas redes sociais frases afirmando que o país não incentivava o esporte. E realmente o esporte nacional não vem recebendo o tratamento que merece há muito tempo.
E essas pessoas diziam que era difícil competir com os atletas de outros países e colocavam até imagens sarcásticas denotando essa ideia. Certamente é muito difícil competir mesmo. Em outros países, o esporte é tratado de forma totalmente diferente.
Alguns dias depois desse evento, ninguém mais fala no assunto e provavelmente muitos não lembram os atletas que ganharam alguma medalha, ainda mais se for de bronze.
Aqueles competidores que eram “heróis nacionais” ficaram esquecidos da noite pro dia, batendo na porta de “patrocinadores” que não patrocinam o esporte brasileiro.
Daqui alguns dias, veremos reclamações dessas mesmas pessoas dizendo que o governo não deveria bancar atletas. Vão dizer que os nossos esportistas são um bando de desocupados e estão mamando nas tetas do governo.
Na verdade, durante os próprios Jogos Olímpicos muitas postagens com reclamações assim foram vistas nas redes sociais. É no mínimo contraditório pedir mais incentivo e depois reclamar desse mesmo incentivo.
A verdade é que o esporte não é incentivado como deveria no nosso país. E não se trata apenas de apoio financeiro. A questão é muito mais complexa, é estrutural e cultural. Não há apoio à prática esportiva amadora, como lazer ou diversão.
O esporte deveria começar a ser praticado nas escolas e, posteriormente, nas faculdades, mas isso não é uma prioridade de nossos educadores e de nossas autoridades.
Se a escola não oferece esporte, onde a criança vai praticá-lo? É certo que existem locais destinados a isso, mas estão abandonados e deteriorados. Poucos são os lugares gratuitos que oferecem condições à prática esportiva.
E então o que vai acontecer? Infelizmente nada. Daqui quatro anos provavelmente veremos a mesma situação se repetir. Por quê? Você quer a verdade? A verdade é que pouca gente se importa com o esporte. E os que se importam não fazem nada para mudar essa situação.
"A única coisa necessária para o triunfo do mal é que os homens bons não façam nada." Essa é a triste constatação do pensador irlandês Edmund Burke...


Se os bons combates eu não combater minha coroa não conquistarei”. Trecho da música Viver Pra Mim É Cristo do cantor Fábio de Melo.

6 comentários:

  1. Oi Diego,
    Infelizmente é verdade. Muitas modalidades a gente só conhece em época de eventos assim né? O que é triste porque os atletas se esforçam tanto quanto os que jogam futebol e tals. Espero que eles continuem em busca dos sonhos e tenham sucesso.

    tenha um ótimo domingo.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  2. Oi Diego, tudo bem?
    Infelizmente você tem razão. As pessoas aqui no Brasil só ligam pra futebol, e o esporte só voltará a ser mencionado nas próximas Olimpíadas. De fato, deveria ser incentivado desde cedo, nas escolas.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  3. Realmente nada vai acontecer e as pessoas continuarão reclamando, protestando, mas parece que nada sai do lugar.
    As pessoas estão mais preocupadas com o esporte em si, mas quando a política desanda desse jeito que está agora (pior nos últimos tempos), ninguém faz nada.


    http://www.revelandosentimentos.com.br - Lançamentos da Arqueiro a escolha do vencedor no Top Comentarista

    ResponderExcluir
  4. A questão é bem como você falou, primeiramente o povo deve valorizar os atletas para depois reclamar do governo que não da atenção a eles.

    Abraços,

    Blog Decidindo-se \o/

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego, tudo bem?
    A Globo foi um exemplo disso: nem deu bola pra abertura das Paralimpíadas. É triste a hipocrisia, viu.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Oi, Diego! Tudo bem? O pior é que tudo isso que você falou é a mais pura verdade. Adoraria que um dia essa situação mudasse...

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.