quarta-feira, 8 de abril de 2015

Passagens pela polícia

Mario estava preocupado. Sua filha não havia voltado para casa e isso nunca tinha acontecido. Ligou para várias pessoas, mas ninguém sabia o paradeiro da sua filha.
E então recebeu uma ligação que o deixou completamente desesperado. Sua filha estava morta. Havia sido estuprada e mutilada e infelizmente era verdade. Estava passando na televisão.
O repórter estava falando que o assassino foi pego e estava preso, embora não entendesse como antes do crime ele poderia estar solto com três condenações anteriores e oito passagens pela polícia.
Aí um suposto especialista disse que existe o princípio da presunção da inocência e alguns institutos benéficos, como a liberdade provisória.
Um policial foi entrevistado e disse que o estuprador, quando passava pela polícia, tinha o atrevimento de pedir um cafezinho e falava que logo seu advogado iria tirá-lo dali e que veio só cumprimentar o delegado.
Mario, que não entendia nada sobre isso, estava transtornado com a morte de sua filha e indignado com o nosso sistema legal, que permite que assassinos e estupradores fiquem livres para cometerem mais crimes.
A sua filha não iria mais voltar e era isso que realmente o preocupava.


“Os assassinos estão livres. Nós não estamos.” Trecho da música O Teatro dos Vampiros da banda Legião Urbana.

6 comentários:

  1. Já tava ficando fisgada pela introdução, mas o objetivo não era o suspense né hahahahahhahahaha Porém uma realidade amarga affff

    Esse trecho daora do legião ♥

    ResponderExcluir
  2. Aahh! Como a colega aqui em cima, também achei que era suspense, haha.

    Mas infelizmente essa é a nossa realidade :/ Uma sociedade que chega a me dar ânsia de vômito, com algumas leis tão impunes que dá vergonha :(

    Abs..

    Jhonatan | Leitura Silenciosa
    PARTICIPE DO NOSSO TOP COMENTARISTA E CONCORRA A DOIS LIVROS INCRÍVEIS!

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Já elogiei sua escrita aqui no blog. Infelizmente nossa realidade é essa :(
    Uma pena isso né? Sonho com um dia nossa realidade mude e todos os culpados paguem pelos os seuscrimes


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Diego!
    Apesar de não ter suspense na história, ela dói de tão real. :(
    Torço pelo dia em que casos como esse não passem impunes.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Diego!

    A questão é que enquanto o crime não foi provado, o suposto bandido não é preso para averiguações. Mas na certeza, ele podia amargar o seu crime na prisão... Não são os estupradores que possuem fama boa dentro das penitenciárias?
    Boa semana!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Diego....

    Em poucas palavras você conseguiu contar uma triste realidade do nosso país... infelizmente, ninguém tem medo da polícia, medo de ficar preso... porque sabe que logo sai...

    Mas eu ainda tenho fé e esperança que o Brasil ainda será um país de gente boa e honesta!!!

    Beijos, e parabéns!!!

    Bá.
    http://cafecomlivrosblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.