terça-feira, 18 de dezembro de 2018

O começo do fim

Tudo estava indo tão bem.
Juliano e Mariana formavam um belo casal. Tiveram momentos bem marcantes e era possível perceber que eles eram muito felizes.
Eles tinham uma conexão fora do comum. Tanto que algumas pessoas os invejavam porque achavam que eles eram o modelo de casal feliz.
Mas, depois de quase dois anos, as coisas começaram a desandar e ela finalmente disse que não dava mais.
Ele ainda tentou argumentar, mas ela estava decidida. No fundo, ele sabia que realmente tinha acabado. Ele sentia que eles estavam prolongando algo que tinha terminado há muito tempo.
Eles já não se divertiam como antes. Até as conversas tão empolgantes no início começaram a ficar entediantes e ambos preferiam ver o celular, pois as redes sociais pareciam cada vez mais interessante.
Depois de um tempo, não saíam mais sozinhos, nem com os amigos. A vida virou uma rotina de trabalho e descanso, sem novidades, sem surpresas. Apenas tédio.
Ele já tinha percebido que ela o olhava de forma diferente, seu sorriso não era o mesmo, suas atitudes também tinham mudado. Os beijos e abraços foram diminuindo cada vez mais e a relação virou quase uma obrigação.
Mas eles fingiam que estava tudo bem e o tempo foi passando.
Ela se perguntava o que tinha acontecido e também não sabia ao certo, mas algumas coisas não tem uma explicação clara. Talvez ela não tenha se esforçado o bastante, não tenha apimentado as coisas. Mas ela sabia que ele não demonstrava interesse de mudar o rumo, pois o olhar dele também tinha mudado.
E então o inevitável aconteceu e o fim chegou. Agora cada um vai seguir o seu caminho. Cada um vai levar essa experiência como um aprendizado, desejando que o futuro seja melhor.

****************************


E depois do começo o que vier vai começar a ser o fim”. Trecho da música Depois do começo, da banda Legião Urbana.




9 comentários:

  1. Que triste, gente!
    E isso que você escreveu é tão comum.
    Tantas relações acabam assim, não por um motivo específico, mas porque acabaram apenas, porque a rotina massacrou.
    :(

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Diego.
    É muito triste quando a amor acaba assim e as pessoas nem se dão conta de que acabou. E é tão dificil romper esse costume de estar com a pessoa que as vezes vai ficando mesmo sem amor.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Muito bom! Seu blog é muito bom mesmo, estou amando ler os seus artigos..

    Já salvei seu Blog em meus favoritos.


    Estou amando seu blog ❤️


    Meu Blog: Loteria dos Sonhos de Hoje

    ResponderExcluir
  4. Oi Diego, tudo bem?
    É triste, mas acontece. :(
    Às vezes as pessoas não têm coragem de dar fim a algo que um dia foi bom, porque se apegam às lembranças (e não aos fatos)...
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  5. Oi Diego,
    Que triste história do casal, mas necessário.
    Chega uma hora que é preciso encerrar o ciclo e cada um seguir o seu caminho, do que obrigar um ao outro a sofrer.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  6. Hey Diego! Tudo bem?
    A prova viva de que o pra sempre sempre acaba está em seu excelente texto.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog miiistoquente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  7. Estava vendo os comentários acima do pessoal falando que era triste, mas, eu não achei uma história triste. Eles perceberam a tempo de mudar, de se separarem e procurar coisas novas na vida. Triste é quando passam a vida toda sendo infelizes e morrem amargurados :/

    Nanda, Gravado na Memória

    ResponderExcluir
  8. Triste! porem infelizmente essa historia se repete diariamente na vida de tantos casais!
    Amei conhecer seu blog
    Bjs
    http://tatareiscosta.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante do artigo, muito bom mesmo! Estou amando ler seus artigos e compartilhar com os amigos!


    Meu Blog: Como funciona o Gol Bet?

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Muito obrigado por comentar.