sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Experiência

Ainda sinto a sua presença
e só restou saudade
da nossa experiência
num laboratório de verdade.

O meu sentimento foi experimentado
como se fosse um medicamento
e tantas vezes foi testado
em troca do seu sentimento.

Você começou a gostar
de sentir que me amava
e todos os dias queria testar
se o remédio ainda curava.

O remédio serviu por muito tempo
até que acabou o seu efeito
porque tudo tem o seu momento
e nada é perfeito.

Você disse que o remédio já não curava
e até testou mais uma vez,
mas experimentar já não adiantava
e o nosso amor se desfez.

Tentamos outra maneira de testar
porque ainda havia sentimento,
mas não havia mais lugar
para aquele experimento.


"Numa moldura clara e simples, sou aquilo que se vê". Trecho de "Retrato pra Iaiá", da banda Los Hermanos.

3 comentários:

  1. O amor pode ser remédio ou veneno, depende da dose ;)

    ResponderExcluir
  2. Amor em execesso nao passa de um sentido que enlouquece!!!

    Mais quem somos nois sem loucuras!!!

    Muito bom brother

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do texto e do blog *-*
    vou seguir \o
    bjs

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.