domingo, 11 de outubro de 2009

Qualquer coisa

Hoje decidi escrever qualquer coisa.
Talvez até algo sem sentido,
refinado e polido.

Talvez sobre a alegria da noiva
no momento do sim no altar;
a felicidade estampada em seu olhar.

Também posso escrever algo complicado,
que ninguém consiga entender,
escrever por escrever.

Talvez sobre algo sem significado,
vazio de qualquer explicação,
sem nenhuma emoção.

Acho que não vou escrever mais nada.
Não há mais nada para escrever.
Não encontro a palavra rimada.
O que fez a inspiração desaparecer?

Mas hoje só quero escrever,
sem tema pré-estabelecido,
sem pensar nem esquecer.
Tudo já foi esquecido.


"A programação existe pra manter você na frente
Na frente da TV, que é pra te entreter
Que pra você não ver que programado é você". 
Trecho da música "Até quando?" de Gabriel, o Pensador .

Um comentário:

  1. Qualquer coisa se torna muita coisa, o mesmo como nada pode se tornar tudo, e não te dizer o que penso, já é pensar em te dizer!
    very good :)

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.