quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Idéia perdida


Ás vezes, quero tanto escrever e não vem nenhuma idéia. Fico procurando algo sobre o que escrever e nada aparece no pensamento. Parece que as idéias fugiram para algum lugar desconhecido. Mas uma hora dessas elas aparecem.
Outras vezes, tenho uma idéia, que logo se perde por algum lugar dentro das infinidades das idéias que passam na minha mente. Uma pequena distração, e todo o projeto que eu tinha no pensamento vai embora, sem deixar vestígios.
São tantos pensamentos, tantas idéias, tantos argumentos, que muitas vezes eles se embaralham uns com os outros e deixam tudo confuso ou simplesmente uma idéia (que seria trabalhada) se perde no meio de tantas outras.
Ainda agora mesmo, eu tinha algo a dizer, mas as palavras foram embora, como se tivesse passado uma ventania pela minha mente e levado tudo o que poderia ser levado. Só resta lamentar por mais uma idéia perdida. Quem sabe um dia ela volta e diz um “alô”.


“Se eu peco é na vontade de ter um amor de verdade”. Trecho de “Retrato pra Iaiá”, da banda Los Hermanos.

2 comentários:

  1. Gostei muito.
    Idéias vêm e vão. Muitas vão e não voltam.
    :*

    ResponderExcluir
  2. típico de quem gosta de escrever, eu acho que as ideias que agnt realmente escreve são aquelas que o coração quer mais expressar, com a maior sinceridade possível. É meloso, mas é a vida.
    aheaiuehoaieuhaiue

    gostei :*

    ResponderExcluir

Suas palavras serão bem vindas. Seu comentário será respondido em sua página. Muito obrigado por comentar.